Ginástica Brasil

Federação Internacional reconhece novo movimento de Zanetti com nota máxima

FolhaPress, em Tribuna do Norte





SÃO PAULO, SP, 28 de setembro (Folhapress) - A FIG (Federação Internacional de Ginástica) classificou o novo elemento executado pelo ginasta brasileiro Arthur Zanetti como de valor F, a nota máxima no Código de Pontuação para cada um dos movimentos que formam uma série.

O técnico Marcos Goto, que criou o elemento de extrema força que o campeão olímpico vem treinando desde o fim do ano passado, deu a notícia na manhã de hoje, às vésperas do início do Mundial de ginástica artística, na Antuérpia (Bélgica), que vai de segunda-feira e até o dia 6 de outubro.

"Temos boas novidades por aqui porque a FIG reconheceu o elemento novo como de valor F. O Arthur e o Chico [o ginasta brasileiro Francisco Barreto] passaram muito bem pelo treino de pódio. Fizemos a prova nova, com o novo elemento sendo confirmado o valor F", informou o técnico Marcos Goto, que treina Arthur Zanetti em São Caetano há 15 anos.

"Treino de pódio não é a competição, é parecido. Ainda tive alguns errinhos na minha série, nada grave, mas vimos na filmagem e vamos corrigir. Na competição, a adrenalina bate mais forte e tudo vai fluir bem", disse Zanetti, campeão olímpico nas argolas em Londres-12.

Marcos Goto também confirmou os dias das competições qualificatórias dos brasileiros que estão na Antuérpia.

Depois de amanhã, competem no individual geral os ginastas Sérgio Sasaki e Arthur Nori.

Na terça, será a vez dos especialistas, começando pela barra fixa, com Francisco Barreto. Na sequência, o Brasil terá Diego Hypólito, no solo, Péricles da Silva, no cavalo com alça, e Arthur Zanetti, nas argolas. Diego Hypólito volta para o salto e Chico Barreto para as paralelas, fechando a qualificação.
 

0
Comentário(s)
Publicar