Governo Investigação

Ministério investigará supostas fraudes no Minha Casa, Minha Vida

FolhaPress, em Tribuna do Norte





SÃO PAULO, SP, 15 de abril (Folhapress) - O Ministério das Cidades vai abrir sindicância e acionar a Controladoria-Geral da União para investigar denúncias envolvendo a empresa paulista RCA Assessoria em Controle de Obras e Serviços, por possíveis fraudes no Programa Minha Casa, Minha Vida.

Segundo reportagem deste fim de semana do jornal "O Globo", um grupo de ex-funcionários do ministério montou esquema destinado a fraudar contratos para a construção de casas populares.

A matéria aponta "possíveis irregularidades entre os correspondentes bancários contratados pelas instituições financeiras privadas vencedoras da Oferta Pública para o Programa Minha Casa, Minha Vida, nos municípios com até 50 mil habitantes".

Ainda segundo o jornal, uma das empresas beneficiadas pelo esquema a JB Lar, habilitada para construção de 95 casas no Espírito Santo tem o mesmo endereço da RCA: Avenida Brigadeiro Luiz Antônio 4.553, em São Paulo.

A RCA, acrescenta a matéria, estaria, ao mesmo tempo, sendo representante do agente financeiro, responsável por controlar as construções, bem como por medí-las e fiscalizá-las. Entre os sócios da empresa estão um ex-diretor de Produção Habitacional do Ministério das Cidades filiado ao PC do B, e um ex-garçom do mesmo ministério.

Em nota, o Ministério das Cidades diz que vai instaurar sindicância e acionar a Controladoria-Geral da União para fazer "rigorosa apuração dos fatos com a punição de eventuais responsáveis, se for o caso".




 

0
Comentário(s)
Publicar